English
Processo de Avaliação de Propostas

O Comitê de Avaliação de Propostas é responsável por avaliar e comparar as propostas submetidas por usuários acadêmicos com base na avaliação dos assessores, membros da comissão, para determinar quais das propostas serão recomendadas.

O Comitê de Avaliação de Propostas julgará: a qualidade técnico-científica da proposta, a produção científica e a qualidade da equipe, a produção de relatórios experimentais a partir de propostas anteriores (publicações, teses etc.).

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

As notas de 1 (mais baixa) a 5 (mais alta) serão atribuídas aos itens abaixo; a nota geral será a média entre elas.

Qualidade técnica e científica da proposta:

  • A motivação científica e os objetivos do experimento estão claramente descritos?
  • Se for a continuação de uma proposta anterior, a justificativa é adequada?
  • As amostras a serem estudadas estão claramente descritas e caracterizadas?
  • Existem estudos preliminares que justificam medições com luz síncrotron?
  • Os resultados esperados usando luz síncrotron parecem ter relevância científica ou técnica? A técnica experimental é adequada?

Produção científica e qualidade da equipe:

  • A equipe é dinâmica em termos de publicações?
  • A equipe está bem formada para realizar a proposta? Há participantes suficientes para que o tempo de feixe seja usado de forma eficaz? A equipe possui participantes com experiência na técnica? Normalmente, para experimentos de dois ou três dias, a equipe deve conter  pelo menos dois ou três membros. Um experimento de luz síncrotron raramente é um experimento solitário.

Envio de relatórios e publicações (caso haja proposta anterior):

  • Foram produzidos relatórios de experimentos anteriores? Os relatórios, quando submetidos ao SAU Online, são adicionados automaticamente ao final do PDF da proposta.
  • As publicações anteriores relacionadas a experimentos com luz síncrotron foram de boa qualidade? Quando disponível, essa lista também será adicionada à proposta.

 

Atenção: Dada a Importância dos resultados científicos anteriores para a processo geral de avaliação das propostas, recomenda-se que os Usuários verifiquem e atualizem suas publicações tanto no portal SAU Online quanto na base de dados da Biblioteca do CNPEM. As atualizações da base de dados da biblioteca devem ser feitas enviando a informação bibliográfica completa para a Biblioteca (biblioteca@cnpem.br). As publicações são incluídas após checagem pela equipe da biblioteca e pela coordenação das linhas de luz.

FASES DA AVALIAÇÃO

Fase 1 (Viabilidade): A proposta é avaliada internamente pela equipe da linha de luz para julgar a viabilidade do experimento proposto. Tanto o conteúdo da Proposta de Pesquisa quanto os seus Métodos Experimentais são de particular importância para esta avaliação. A proposta poderá ser devolvida ao proponente para pequenas adequações, as quais deverão ser respondidas logo após solicitadas.

Fase 2 (Qualidade): O Comitê externo de Avaliação de Propostas (PRC) analisa e classifica as propostas concorrentes com base nos seguintes critérios: mérito científico e experiência da equipe, relatórios de propostas anteriores e publicações científicas com base nos resultados obtidos nas linhas de luz do LNLS. As propostas mais bem classificadas são recomendadas para serem premiadas com o tempo de feixe é feita uma classificação de propostas de alta prioridade e baixa prioridade. Também é produzida uma lista de propostas rejeitadas.

Fase 3 (Segurança): Avaliação interna pela equipe de Segurança das propostas mais bem classificadas para cumprimento das questões de segurança. Em caso de problema, o proponente recebe uma mensagem do site SAU Online e deve fornecer todas as informações adicionais logo após solicitadas.

Fase 4 (Disponibilidade): O tempo de feixe é atribuído às propostas mais bem classificadas (alta prioridade) que foram liberadas em suas avaliações técnicas e de segurança.

Fase 5 (Disponibilidade e Agendamento): O Comitê de Alocação Local (LAC) agenda as propostas de alta prioridade que foram liberadas em suas avaliações técnicas e de segurança. O número de dias agendados pode ser adaptado e dividido em algumas visitas enquanto a proposta é válida (1-2 anos).

Fase 6 (Comunicação e Instruções): Os proponentes recebem uma mensagem do SAU Online com o período agendado e instruções para se prepararem para sua estadia no LNLS.