English
Diretoria

A Diretoria do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), liderada pelo Dr. Harry Westfahl Jr., tem como atribuição coordenar uma equipe de mais de 200 pesquisadores, engenheiros e técnicos, responsáveis por operar, manter e atualizar as linhas de luz da fonte de luz síncrotron Sirius e instrumentações associadas.

O Laboratório é composto por seis divisões:

Além dos Chefes de Divisão, a Diretoria do LNLS é assessorada pelo Conselheiro de Ciências do Solo, Dr. Dean Louis Hesterberg, e pelo Conselheiro de Ciências Físicas, Dr. Yves Pierre Petroff.

Ainda, no apoio ao Laboratório e colaboradores, Marcelo Xavier é responsável pela Coordenação de Gestão de Projetos, e Priscila Alves é responsável pela secretaria da Diretoria.

Diretor

Harry Westfahl Jr.

Harry Westfahl Jr. é Diretor do LNLS desde 2020. Ele também atuou como Diretor Científico do LNLS de 2013 a 2019, como vice-diretor científico de 2011 a 2012 e, como pesquisador desde 2001, quando ele ingressou no Laboratório após três anos de pesquisa de pós-doutorado. Desde 2013 ele coordena o projeto e construção das linhas de luz da nova fonte de luz síncrotron brasileira, Sirius. Seus principais interesses de pesquisa são na física de sistemas de matéria condensada, no uso da radiação síncrotron para o estudo de materiais, principalmente polímeros e materiais magnéticos, e no desenvolvimento de instrumentação para radiação síncrotron.

Doutorado em Física, 1998, Universidade Estadual de Campinas (IFGW/Unicamp), Brasil.
Bacharelado em Física, 1994, Universidade Estadual de Campinas (IFGW/Unicamp), Brasil.

Chefes de Divisão

Helio Cesar Nogueira Tolentino

MATÉRIA HETEROGÊNEA E HIERÁRQUICA

Hélio Tolentino é Chefe da Divisão de Matéria Heterogênea e Hierárquica (DMH) do LNLS desde 2020, além de pesquisador do Laboratório desde 2014. Hélio Tolentino ingressou na equipe do LNLS pela primeira vez em 1991 para trabalhar na construção do UVX, a primeira fonte de luz síncrotron brasileira. Saiu do LNLS em 2005 e mudou-se para Grenoble, na França, onde atuou no Institut Néel – CNRS & UJF e no European Synchrotron Radiation Facility (ESRF), com ênfase em difração de raios X de superfície e propriedades magnéticas em filmes finos. É pesquisador afastado por longo período do CNRS, da França, desde 2015. Desde então coordena o projeto e construção da linha de luz CARNAÚBA (nanossonda de raios X) para a nova fonte de luz síncrotron brasileira, Sirius. Seus principais interesses de pesquisa são na física e química de sistemas de matéria condensada, com ênfase no momento em materiais heterogêneos e hierárquicos para energia e fotônica, e no desenvolvimento de instrumentação síncrotron para o estudo de diversos materiais em nanoescala.

Doutorado em Física, 1990, Université de Paris Sud – Orsay, França.
Mestrado em Física, 1986, Universidade de São Paulo (IFQSC/USP), Brasil.
Bacharelado em Física, 1985, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Brasil.

Liu Lin

ACELERADORES

Liu Lin é chefe da Divisão de Aceleradores (DAC) do LNLS desde 2020. Ela ingressou no LNLS em 1986 no Grupo de Física de Aceleradores, e trabalhou no projeto, construção, comissionamento e operação dos aceleradores da primeira fonte de luz síncrotron brasileira, UVX. Desde 2008 ela coordena o projeto dos aceleradores da nova fonte de luz síncrotron brasileira, Sirius, como chefe do Grupo de Física de Aceleradores. Atualmente suas atividades e interesses estão focados no comissionamento dos aceleradores do Sirius.

Doutorado em Física, 1993, Universidade de São Paulo (IFQSC/USP), Brasil.
Mestrado em Física, 1986, Universidade de São Paulo (IFQSC/USP), Brasil.
Bacharelado em Física, 1985, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Brasil.

Lucas Sanfelici

ENGENHARIA DE LINHAS DE LUZ

Lucas Sanfelici é Chefe da Divisão de Engenharia de Linhas de Luz (DEL) do LNLS desde 2020. Sua trajetória profissional foi predominantemente construída no LNLS desde 2005, onde inicialmente montou e comissionou a linha de luz de cristalografia de macromoléculas (MX2) da fonte de luz síncrotron UVX do LNLS. Em 2008 migrou para o Grupo de Diagnóstico de Feixe desenvolvendo diversos componentes e sistemas para os aceleradores e linhas de luz. Em 2013, com a intensificação dos projetos em torno da nova fonte de luz síncrotron brasileira, Sirius, passou a coordenar os grupos de apoio às linhas de luz na missão de desenvolver instrumentação e infraestrutura para as futuras instalações científicas do Sirius. Em 2017 tais projetos alcançaram massa-crítica e a fabricação das novas linhas de luz teve início, intensificando o processo de estruturação das equipes dedicadas à engenharia e construção das novas linhas e laboratórios.

Bacharelado em Engenharia Elétrica, 2008, Universidade Estadual de Campinas (FEEC/Unicamp), Brasil.
Bacharelado em Física, 2004, Universidade Estadual de Campinas (IFGW/Unicamp), Brasil.

Mateus Borba Cardoso

MATERIAIS MOLES E BIOLÓGICOS

Mateus Borba Cardoso é Chefe da Divisão de Materiais Moles e Biológicos (DMB) do LNLS desde 2020. Entre 2017 e 2020, foi Chefe da Divisão de Nanomedicina e Nanotoxicologia do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano). Anteriormente, de 2009 a 2017, coordenou a linha de luz de espalhamento de raios X a baixos ângulos (SAXS) e tomografia de raios X (IMX) da fonte de luz síncrotron UVX do LNLS. É membro Afiliado da Academia Brasileira de Ciências (2019-2023). Tem experiência na área de química e atua principalmente em: (a) síntese de nanopartículas com atividades biológicas contra células tumorais, bactérias resistentes aos antibióticos e vírus; (b) produção de sensores baseados em nanopartículas e (c) modelagem de dados de espalhamento de raios X.

Doutorado em Química, 2003, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil, e Universidade Joseph Fourier, França.
Mestrado em Ciência e Tecnologia Agroindustrial, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Brasil.
Bacharelado e Licenciatura em Química, 2000, Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Brasil.

Narcizo Marques de Souza Neto

MATÉRIA CONDENSADA E CIÊNCIA DOS MATERIAIS

Narcizo M. Souza Neto é Chefe da Divisão de Matéria Condensada e Ciência dos Materiais (DMC) do LNLS desde 2020. Narcizo é também pesquisador do LNLS desde 2010. Narcizo teve sua primeira experiência no LNLS em 2001 no programa de bolsas de verão, tendo feito o seu trabalho de mestrado e doutorado também no LNLS. De 2007 a 2010 realizou pesquisa de pós-doutorado na fonte de luz síncrotron americana Advanced Photon Source (APS). Em 2015 recebeu o prêmio Dale Sayers Award da sociedade internacional de XAFS por contribuições para experimentos de XAS em condições extremas. Essa foi a primeira vez que esse prêmio foi concedido a um cientista da América Latina. Hoje Narcizo tem interesse em pesquisa em materiais sob magnéticos, supercondutores e sob condições extremas, além do desenvolvimento de técnicas de análises usando radiação síncrotron.

Doutorado em Física, 2007, Universidade de São Paulo (USP), Brasil.
Mestrado em Física, 2003, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Brasil.
Bacharelado em Física, 2001, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Brasil.

Contato

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.