Laboratório Nacional
de Luz Síncrotron

English

Notícias

Mais um prêmio para trabalho de membro do LNLS em conferência internacional

VOLTAR

Premiada faz parte do grupo de detectores e trabalho é relacionado a nova fonte de luz sincrotron brasileira, Sirius


Debora de Paiva Magalhães, que faz parte do grupo de detectores do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), recebeu o prêmio Didier Isabelle por melhor apresentação oral por um estudante no 14th International Symposium in Radiation Physics (ISRP-14), que ocorreu entre 7 e 11 de outubro em Córdoba, Argentina.

O evento é dedicado às tendências atuais na grande área da física de radiações com centenas de participantes de todo o mundo. O prêmio é dado em homenagem a Didier Isabelle, um dos fundadores da International Radiation Physics Society.

Débora é formada em Engenharia Física pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e o trabalho apresentado se baseou em resultados obtidos durante seu mestrado em Física Aplicada na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) sob orientação da Professora Alessandra Tomal, em um tópico diretamente relacionado aos detectores em desenvolvimento para a nova fonte de luz sincrotron brasileira, Sirius.

 A apresentação abordou desenvolvimentos na área de simulação Monte Carlo da física de detecção de Raios X, envolvendo a modelagem da dispersão de cargas no sensor e seu impacto na resolução espacial do detector de imagens. O trabalho incluiu a validação dessa modelagem através da comparação com a resposta do detector Medipix3RX em experimentos realizados em diversas linhas de luz do UVX, atual fonte de luz sincrotron do LNLS, e também projeções do impacto na resolução esperado para sensores de diferentes materiais e espessuras.